Em Foco: Redução de Custos Tributários

por Júlio César Zanluca – contabilista e autor das obras Planejamento Tributário e 100 Ideias Práticas de Economia Tributária

Quando se fala em tributos logo vem a mente associações como “extorsão”, “descontrole”, “injustiça”, associados à má gestão dos recursos públicos no Brasil e à elevadíssima carga fiscal que todos nós, brasileiros, suportamos para bancar um Estado ineficiente, guloso, corrupto e prá lá de grandalhão.

Fato é que o ônus tributário é um dos principais componente na formação do preço de venda de qualquer produto ou serviço. Estima-se que 40% do preço de um produto industrializado esteja comprometido com pagamentos compulsórios aos governos. Estamos vivendo um 2015 pará lá de complicado, e os aumentos de preços generalizados (puxados pelos preços públicos) obrigam empresas e pessoas a repensarem estratégias e reduzirem custos.

Em foco a delicada tarefa de se debruçar sobre cada item dos custos tributários e repensar nas hipóteses legais para redução de seus pagamentos, tais como:

– análise a “pente-fino” dos créditos do PIS e COFINS;

– alteração da opção do Lucro Presumido para Lucro Real, visando aproveitar incentivos fiscais (como PAT, inovação tecnológica e depreciação incentivada);

– expansão de negócios focalizada na franquia empresarial, e não mais em filiais;

– adoção do regime de tributação pelo recebimento (regime de caixa), para optantes pelo Lucro Presumido e Simples Nacional;

– investimentos lucrativos transferidos para SCP – Sociedades em Conta de Participação; etc.

Concordo que tudo isto dá trabalho e gera uma necessidade de compreensão, coordenação, análise, acompanhamento e monitoramento constante, mas se a época é de “vacas magras”, para que deixar o dinheiro voando por aí, caindo na “cesta sem fundo” dos governos?

Reduza seus custos tributários antes que o seu negócio seja engolido pelos tributos!

Pague menos Imposto usando a Lei a seu favor! Uma coletânea de mais de 100 ideias totalmente práticas para economia de impostos! Linguagem acessível abrange os principais tributos brasileiros, além de conter exemplos que facilitam o entendimento. Clique aqui para mais informações. Uma  explanação prática e teórica sobre as diversas formas de recuperação tributária - sua contabilidade pode esconder uma mina de ouro - você precisa explorar estes recursos! Explanação prática e teórica sobre as possibilidades legais de redução do imposto, créditos, benefícios fiscais e regimes especiais. Benefícios e Créditos admitidos por Lei.  Utilize esta obra para Economia Tributária!Clique aqui para mais informações.

Sobre Portal Tributário
Informações Tributárias, Contábeis e Trabalhistas

4 Responses to Em Foco: Redução de Custos Tributários

  1. Adilson Alves da Silva says:

    “Quando se fala em tributos logo vem a mente associações como “extorsão”, “descontrole”, “injustiça”, associados à má gestão dos recursos públicos no Brasil e à elevadíssima carga fiscal que todos nós, brasileiros, suportamos para bancar um Estado ineficiente, guloso, corrupto e prá lá de grandalhão.”

    Estou assustado com sua visão distorcida e pra lá de exagerada. Se analisarmos o quadro Mundial verificamos que o Brasil está na média em todos os quesitos citados por você
    Devemos abandonar esta visão pessimista, que só trás repercussões negativas para o país. Pois notoriamente tem afetado as expectativas de consumidores e empresários causando um efeito de ” Bola de neve”. a menos que você esteja engajado na política e a serviço dela.

    Curtir

  2. Guilherme says:

    Concordo com o Adilson. O que vemos nos jornais é somente notícia de crise e mais crise….informe-se vc tambem Portal Tributário. Foram gerados no pais de janeiro a junho de 2015 mais de 160 mil empregos pelas micro e pequenas empresas. Montadoras tem batido recordes de venda como a Toyota…de fato os comentários pessimistas como o seu tem feito que os empresários acreditem que o país está afundando, desacreditem no pais, demitam e ai sim a roda da economia vai parar!

    Veja o exemplo dos Americanos que em 2008 passaram por uma verdadeira crise, mas não ficavam alardando para todo o mundo saber….mandando os investidores embora, como nos estamos fazendo…precisamos contribuir sim com comentários e artigos de planejamento tributário, direito de todo o contribuinte, mas sem exageros em relação a nossa economia. O povo brasileiro é muito suscetível ao que ouve nas midias, mas não se informa, não vai atras. Temos é que neste momento estimular o consumo, mas como vamos fazer isto se nos conformamos com os comentários da midia?? Com certeza não existe empresários neste portal!

    Curtir

    • Guilherme,
      Pessimismo não se confunde com realismo. O PIB do Brasil caiu fortemente, a dívida pública está subindo, os juros idem, dólar disparando… A realidade é que o país vive a maior crise desde 1990 (Plano Collor). Tapar o sol com a peneira não irá resolver o problema de insolação de ninguém…

      Curtir

Obrigado pelo seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: